Dermo-conselheiro | Essentials , Cuidados faciais , Pele , Nutrição

Como podemos apagar os sinais da idade e da fadiga no nosso corpo?

Se é verdade que o efeito do tempo afeta diretamente o nosso corpo de forma generalizada e progressiva, veremos como trata a nossa pele para nos defendermos e nos adiantarmos à passagem do tempo.

A pele, à medida que o tempo exerce ação sobre ela, envelhece. Mas o que acontece realmente? A pele perde elementos fundamentais que a deixam firme, saudável e hidratada. O que acontece é que a sua função regeneradora diminui, necessita de mais oligoelementos para a sua correta nutrição e perde a tão essencial função de barreira, não conseguindo conservar a hidratação que necessita.

Percebemos que a fadiga cria traços de cansaço objetivos: como as olheiras, tez pálida, sem luz... Isto acontece devido às múltiplas agressões às quais diariamente a pele do rosto está exposta, e que não são corretamente tratadas. É então que dizemos que perde a vitalidade e luminosidade, desidrata e o cansaço se torna visível. É necessário lutar contra estes sinais de envelhecimento.

O que devo evitar?

Neste caso, uma boa defesa é um bom ataque. E é na prevenção que se situa claramente a base do tratamento.

  • Nutrição baixa em vitaminas: Dietas pobres em verduras e uma baixa ingestão hídrica levam a que a matriz extracelular tenha menos elementos para regenerar.
  • Fadiga profissional e pessoal: O stress diário, físico e mental, leva a uma cascata de inflamação tecidular que evita que a função regeneradora da pele ocorra de forma eficiente e contínua.
  • Exposição contínua a mudanças de temperatura ou contaminação ambiental: Se a nossa pele tem e enfrentar diariamente agressões climáticas, e nós não a protegemos, facilmente perdemos a função barreira.

Estas agressões diárias, que parecem leves mas que são contínuas, alteram a camada córnea e desidratam a epiderme, debilitando-a e esgotando as suas reservas fisiológicas, levando a que ambos os efeitos estejam combinados: a fadiga e o envelhecimento.

O que devo fazer?

A rotina que propomos é simples e levará à pele os elementos necessários para que esteja corretamente estimulada, e seja reforçada face ao efeito do envelhecimento, dando-lhe resistência, firmeza e energia.

  1. Limpeza diária. De manhã e à noite

Não duvide, é essencial. Realizar um bom processo no momento de desmaquilhar-se é fundamental para evitar fricções desnecessárias que vão contra a estrutura da pele.

  1. Sérum facial

Devemos utilizar produtos que dêem vitalidade ao nosso rosto de forma rápida e eficaz. Utilizar emolientes suaves com textura tipo gel, que tenham uma função que hidratará profundamente a nossa pele.

  1. Hidratação

Um creme hidratante irá ajudar a enfatizar a função de prevenção de aparecimento das linhas de expressão e das tão temidas rugas. Irá favorecer a regeneração celular. E, sobretudo, não se esqueça dos olhos e utilize um produto adequado para eles.

  1. Esfoliação

Pelo menos 1-2 vezes por semana permitindo eliminar essas células mortas no estrato córneo e que não permitem a renovação celular de dentro para fora.

  1. Dieta: Complementos vitamínicos

Alimente-se de forma saudável e mantenha-se hidratada, bebe muita água, afaste-se dos maus hábitos e ofereça à sua pele a frescura que merece.

Consuma de forma contínua elementos como o gingseng, o Magnésio, a Vitamina C e as vitaminas do complexo B5, que agem como fonte de energia para a pele.


autor
Dermo-conselheiroEspecialista em cuidados com a pele

Twitter

Facebook

Cookies

Subscrição a MartiDerm

Está a subscrever a nossa newsletter para estar atualizado(a) sobre todas as novidades da MartiDerm.

EMAIL