Dermo-conselheiro | Cuidados faciais , Pele , Desporto , Nutrição , Bem-estar pessoal

Flacidez facial: cuidados essenciais para atrasar o seu aparecimento

Linhas de expressão, rugas, desidratação, manchas, perda de definição da estrutura facial... estas são algumas marcas faciais que indicam que a pele do rosto está a começar a perder elasticidade e flexibilidade. A partir dos 30 anos, os primeiros sinais da idade começam a aparecer e vão aumentado cada vez mais. Preveni-los é a melhor opção para evitar que criem mazelas na nossa tez e esta aparente mais idade do que tem e fique apagada e flácida.

O que é a flacidez facial?

A flacidez facial é a perda de firmeza e elasticidade da pele do rosto, provocada pela redução ou enfraquecimento dos tecidos que a suportam, principalmente colagénio, elastina, ácido hialurónico e fibras musculares, elementos essenciais para que a derme se mantenha lisa, firme e luminosa.

O nosso organismo fabrica colagénio e elastina por si mesmo, mas com a idade, sobretudo a partir dos 30 anos, reduz a produção dessas proteínas, que devemos introduzir no corpo pelo exterior.

7 conselhos para prevenir a flacidez facial

  1. Ser feliz, não entrar em stress. A ansiedade e o stress são grandes inimigos da pele e favorecem o aparecimento da flacidez. Tente manter-se relaxada e procure soluções para mitigar o stress. O seu rosto exibirá um aspeto jovem e radiante.
  2. Dieta. Tem uma notável influência no aspeto da pele, dado que a falta de proteínas e nutrientes pode acelerar o aparecimento dos primeiros sinais da idade. Para evitar que tal suceda, inclua na sua dieta alimentos antioxidantes, imprescindíveis para a regeneração celular e para manter a pele firme.
  • A vitamina C, presente em alimentos como as laranjas, kiwis e pimentos verdes, é uma delas, já que previne o fotoenvelhecimento e trava o aparecimento de rugas e manchas faciais.
  • Os ácidos gordos polinsaturados fornecem elasticidade e hidratação à pele. As nozes, pistachos e sementes de girassol contêm elevadas doses.
  • Vitamina E. Essencial para aumentar a produção de colagénio, as sementes de abóbora, nozes e avelãs são uma fonte desta vitamina.
  1. Proteção solar. O sol é um dos principais inimigos da pele, porque acelera o envelhecimento prematuro da mesma e favorece o aparecimento de manchas. É importante utilizar um creme solar todos os dias, não apenas durante a exposição solar, mas cada vez que saia de casa.
  2. Dormir bem. A falta de sono tem um efeito visível na pele, que fica com um aspeto apagado e flácido. Durma entre 7 e 8 horas diárias.
  3. Atividade física. Fazer exercício físico moderado de forma habitual melhora o organismo em geral e contribui para o bom estado da pele.
  4. Massagens faciais. É uma excelente aliada para manter firmes os músculos da cara. Estes são dois simples e práticos exercícios faciais: o primeiro consiste em abrir a boca o máximo que pode e pronunciar as vogais lentamente e o segundo em encher as bochechas e pressionar as mesmas suavemente com os dedos indicador e médio. Explicamos mais detalhadamente na seguinte publicação.
  5. Soluções dermocosméticas. A aplicação de determinados produtos faciais ajuda a combater a flacidez e a travar os primeiros sinais do seu aparecimento.
  • Com colagénio e elastina. Estas duas proteínas podem entrar no organismo através de soluções enriquecidas com estas substâncias. Há em creme, ampolas ou através de uma injeção.
  • Com proteoglicanos. Estes últimos são elementos das células que dão firmeza, hidratação e elasticidade à pele e travam o envelhecimento prematuro, pelo que são muito eficazes para enfrentar e prevenir a flacidez no rosto.
  • Com ácido hialurónico. Reidrata a pele, preenche as rugas e estimula a produção de colagénio, favorecendo a recuperação da firmeza natural da cútis. Em creme ou sérum, o ácido hialurónico é uma das melhores opções para combater o envelhecimento prematuro da pele.

O aparecimento da flacidez é inevitável e acelera com a passagem dos anos. Por isso, a melhor forma de travar os seus efeitos é cuidando da pele do rosto de forma específica a partir dos 30 anos, com soluções que ajudem a mantê-la firme, hidratada e elástica, e com dieta e exercício físico e facial.


autor
Dermo-conselheiroEspecialista em cuidados com a pele

Twitter

Facebook

Cookies

Subscrição a MartiDerm

Está a subscrever a nossa newsletter para estar atualizado(a) sobre todas as novidades da MartiDerm.

EMAIL