A PELE

Problemas do couro cabeludo

O cabelo

O cabelo humano é uma estrutura queratinizada que apresenta três etapas no seu desenvolvimento normal (ciclo capilar):

Fase anágena (ou de crescimento)

Fase anágena (ou de crescimento)

Que dura entre dois e seis anos. O cabelo nasce e cresce um centímetro ao mês em média. O folículo tem uma atividade permanente. 90% dos cabelos encontra-se nesta fase.

Fase catágena (ou de repouso)

Fase catágena (ou de repouso)

É uma fase de estabilidade que costuma cerca de três semanas. O cabelo deixa de crescer e separa-se da papila.

Fase telógena (ou de queda)

Fase telógena (ou de queda)

Nesta etapa o folículo descansa e começa a cair. É um período que dura cerca de 2-5 meses.

Folículo piloso

Basicamente contém o cabelo, que é uma estrutura queratinizada que assenta de uma invaginação epidérmica até à sua profundidade (papila dérmica), que é onde recebe a nutrição celular. O conteúdo excretado pelas glândulas vai parar ao infundíbulo:

Glândulas sudoríparas

Controlam a temperatura, excretando águas e outras substâncias (sal, amoníaco, ácido úrico, ureia, ácido láctico). Além disso, possuem função odorífera, ao secretar uma substância que contamina rapidamente e gera o nosso odor característico.

Glândulas sebáceas

Produzem lípidos que ajudam a manter a camada protetora externa.

Cada cabelo cresce de um folículo piloso e cada folículo piloso continua o seu próprio ciclo, que é independente dos que estão à sua volta. Por isso, num determinado momento, cada cabelo se encontra numa fase diferente do seu ciclo de vida. No couro cabeludo de uma pessoa sem alopécia existem entre 100.000 e 150.000 cabelos, dos quais 85%-90% estão em fase anágena ou período de crescimento, 1-2% na fase catágena ou de repouso e 13-14% em fase telógena ou de queda.

85-90%

DEL CABELLO SE ENCUENTRA EN FASE ANÁGENA (CRECIMIENTO)

13-14%

DEL CABELLO SE ENCUENTRA EN FASE TELÓGENA (CAÍDA)

1-2%

DEL CABELLO SE ENCUENTRA EN FASE CATÁGENA (REPOSO)

Queda do cabelo

Sabemos que, de cada 100 cabelos que temos, há sempre 12-15 % em fase de mudança, e podemos levar cerca de quatro anos a renovar completamente a nossa cabeleira.

Em média, num dia perdem-se cerca de 70-100 cabelos, que nas condições normais vão sendo substituídos por outros novos que cria o folículo piloso.

Podemos dizer que 8 em cada 10 pessoas que acreditam padecer de alopécia, esta não tem qualquer substrato patológico. O que se passa é que a restituição dos cabelos que perdemos ocorre de forma aleatória e não imediata. Por isso, o conceito baseia-se mais na renovação dos folículos pilosos que na perda. Este processo, denominado eflúvio telógeno, mostra muitas vezes uma tendencia sazonal e depende de diferentes fatores (ambiente ou alimentação).

Porém, devemos levar também em conta o facto de existirem fatores genéticos que levam a que esse processo de renovação tenha uma velocidade diferente do processo de queda natural a que todos estamos sujeitos.

Tipos de queda

Alopécia difusa

Alopécia difusa | Alopécia não cicatricial

Perda reversível e não localizada de uma determinada parte do couro cabeludo.

Alopécia areata

Alopécia areata | Alopécia não cicatricial

Ocasiona marcas circulares e costuma ser reversível.

Alopécia traumática ou por drogas

Alopécia traumática ou por drogas | Alopécia não cicatricial

Produzida pelo traumatismo de tração ou pressão. Também pela tricotilomania, que é o hábito nervoso de arrancar o cabelo.

Alopécia androgenética

Alopécia androgenética | Alopécia cicatricial

Neste tipo de alopécia produz-se a destruição do folículo piloso. A perda do cabelo é irreversível:

  • Doenças hereditárias: Ictiose, doença de Darier, etc.
  • Doenças infeciosas: Micóticas, bacterianas.
  • Doenças neoplásicas: Linfomas, metástases, etc.
  • Dermatose: Líquen, lúpus eritematoso sistémico, sarcoidose, etc.

Este site usa cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e analisar os hábitos de navegação do usuário. Se você continuar a navegar, considere aceitar seu uso. Você pode alterar as configurações de cookies ou obter mais informações visitando nossos política de cookies.